Você sabe identificar qual das fotos abaixo é a verdadeira?

Fake News: Você sabe identificar qual das fotos é a verdadeira?

Fake News: manipulação digital muda a estampa da camiseta de Lula

Primeiramente, esta postagem não foi feita para defender ou condenar lula, mas sim para exemplificar o quanto é fácil manipular digitalmente uma imagem nos dias de hoje e como elas ficam perfeitas, sendo muito difícil para o leigo diferenciá-las. Da mesma forma são as informações que as acompanham. Existe até um termo para este tipo de notícia: “Fake News” – Notícia falsa, que ficou famoso após ter sido “apropriado” pelo atual presidente dos Estados unidos, o milionário Donald Trump.
Detalhe curioso é que Trump chama de “Fake News” toda e qualquer notícia da qual ele não concorda, seja ela verdadeira ou não. De tão usado o termo foi declarado em 2017, pelo dicionário inglês Collins, como a “palavra do ano”.

O fato é que cada vez mais as redes sociais têm sido inundadas com notícias falsas e as pessoas tem tido muita dificuldade, ou – em muitos casos – falta de vontade mesmo, em determinar a veracidade delas e, ainda assim, não hesitam em compartilha-las com o mundo. O problema é tão grave e com consequências tão desastrosas que o dono do Facebook, Mark Zuckerberg, tornou pública sua preocupação através de um post em sua rede social – http://sqrc.biz/SpiceIT.Facebook.FakeNews (em inglês), deu também entrevistas sobre o assunto em diversos meios de comunicação.

No Brasil já existe um projeto de de lei, 6.812/2017, cujo texto diz que é crime “divulgar ou compartilhar, por qualquer meio, na rede mundial de computadores, informação falsa ou prejudicialmente incompleta em detrimento de pessoa física ou jurídica” e prevê multa entre R$ 1,5 mil e R$ 4mil por dia para quem for autuado.

Portanto, ao compartilhar alguma imagem ou informação denegrindo alguém, por pior que você ache que esta pessoa seja, deixe de lado sua ansiedade e exercite seu senso crítico verificando antes sua veracidade e, caso ela seja Fake News, não a espalhe.

A propósito a foto verdadeira é a do meio, que mostra o “João Ferrador”, personagem de uma tirinha que era publicada nos anos 70 na Tribuna Metalúrgica, do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo e Diadema.

Conhece algum caso semelhante de imagem adulterada? Compartilha com a gente!

SpiceIT – Tecnologia da Informação com Tempero Brasileiro.

Categorias: Post

1 comentário

Marly Palmieri dos Prazeres · abril 6, 2018 às 3:48 pm

Excelente e muito oportuna essa matéria!
As pessoas não entenderam ainda que, agora, nesse tempo digital, estamos expostos e somos facilmente encontrados e assim seguem disseminando dúvidas e inverdades acreditando que ficarão impunes. Isto sem entrar no mérito de apropriação indébita e adulteração de imagens que fere a moral e a conduta das pessoas envolvidas.
A verdade, por mais que doa, ainda é o maior valor ético nas relações humanas. Pelo menos é no que acredito!
Parabéns!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.